CDHU vai começar processo de comprovação de informações para assinatura de contratos de casas em Salmourão

por Prefeitura Municipal de Salmourão publicado 24/07/2020 18h18, última modificação 24/07/2020 18h18
Ser sorteado é uma coisa. Conseguir a casa própria pela CDHU é outra.

Ser sorteado é uma coisa. Conseguir a casa própria pela CDHU é outra. Na quinta-feira, 23, houve o sorteio virtual de casas populares pela companhia de habitação devido à pandemia da Covid-19. O sorteio foi em São Paulo e teve a participação do Prefeito Aílson José de Almeida.

Deve começar nos próximos dias o período de convocação dos candidatos a mutuários das 104 casas sorteadas pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) junto a moradores de Salmourão.

Inicialmente seriam sorteadas 104 residências, mas devido às classificações que a população se inscrevia, de um a cinco e de cinco a dez salários mínimos foram criadas seis categorias, sendo sorteadas 95 casas. "Assim, as 11 primeiras moradias seriam destinadas a esta faixa salarial, mas como houve apenas duas famílias que se enquadraram aí, as 9 casas restantes voltam para serem sorteadas novamente", disse o Prefeito Aílson ao acrescentar que a maioria dos candidatos está na faixa de 1 a 5 salários mínimos.

Ao todo 690 pessoas se inscreveram para candidatarem-se a uma das casas da CDHU em Salmourão. "Nós temos a preocupação de alta demanda da necessidade de casas. Por isso já estamos tomando providências para dar entrada em documentos a fim de solicitar mais casas junto ao Governo do Estado. E este é um compromisso nosso", disse o Prefeito Aílson.

Próximo passo

Quem não for sorteado não deve desistir. Isto porque agora começa a fase de comprovação das informações declaradas no ato da inscrição. "O pessoal que fez inscrição e ficou de suplente, fique atento. Se o sorteado não comprovar os requisitos obrigatórios os suplentes serão chamados e podem vir a adquirir a moradia", disse o Prefeito Aílson José de Almeida.

"Peço às família que fiquem atentos a novos comunicados para darmos continuidade ao empreendimento", afirmou o Prefeito.

Do total de unidades, seis são para idosos, oito para pessoas deficientes, duas para indivíduos sós, duas policiais e agentes penitenciários, 75 para famílias com renda entre um e cinco salários mínimos e 11 para famílias com renda entre 5,01 e 10 salários mínimos. O empreendimento Salmourão-C está sendo construído na Estrada Municipal e conta com investimentos de R$ 7,2 milhões.

Texto: Assessoria de Imprensa

Imagem: Rádio Metrópole / Portal Metrópole / Rian Santos